Você sabe qual a diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido?

Uma das dúvidas mais comuns do empreendedor é sobre a escolha do regime de tributação da sua empresa. A carga de tributos que uma empresa tem de pagar mensalmente está diretamente ligada ao seu modo de tributação.

Por essa razão vou te mostrar os detalhes e as principais diferenças entre os dois tipos de tributação: lucro real e lucro presumido. Continue conosco e confira!

Imagem por @mrsiraphol / @asier_relampagoestudio / freepik

Lucro Presumido

O Lucro Presumido é um modelo simplificado de tributação utilizado para determinar a base de cálculo para o IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e da CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido).

No regime de tributação do lucro presumido, como o próprio nome já sugere, as margens de lucro são presumidas e não refletem, necessariamente, a realidade da empresa. As margens presumidas são de 32% para atividades de prestação de serviços e 8% para atividades comerciais.

Algumas empresas não se encaixam no regime de Lucro Presumido, tendo assim, que utilizar o regime de Lucro Real. São elas:

  • Empresas que atuam no mercado financeiro (como bancos, financeiras, factoring e corretoras);
  • Empresas que faturam mais de R$ 78.000.000,00 por ano;
  • Empresas que possuem algum tipo de benefício fiscal;
  • Empresas com capital oriundo do exterior.

Lucro Real

No regime tributário Lucro Real, a carga tributária da empresa é calculada sobre o lucro líquido do período de apuração, adicionando ou descontando valores segundo as compensações previstas na lei.

Empresas que adotam esse regime tributário precisam ficar atentas às suas contas. Devem ter um controle rigoroso dos valores de entradas e saídas. A opção pelo Lucro Real é adotada quando o lucro efetivo (Lucro Real) é inferior a 32% do faturamento no período de apuração.

Existem empresas que devem obrigatoriamente adotar o método do Lucro Real. São elas:

  • Empresas que atuam no mercado financeiro (como bancos, financeiras, factoring e corretoras);
  • Empresas com relação ao agronegócio;
  • Empresas que possuem algum tipo de benefício fiscal;
  • Empresas com capital oriundo do exterior.

Lucro Real x Lucro Presumido

Confira no quadro abaixo as principais diferenças entre o lucro real e o lucro presumido:

Lucro Real Lucro Presumido
Acompanha a contribuição efetiva da empresa Se baseia em uma estimativa
É mais indicado para empresas que têm margens de lucro abaixo da margem prefixada para sua atividade Indicado para empresas que possuem margens de lucro real acima da margem prefixada para sua atividade
PIS e COFINS não são cumulativos. Isso significa que os  tributos recolhidos na operação anterior são abatidos na operação seguinte PIS e COFINS são cumulativos. Ou seja, não existe abatimento dos tributos recolhidos em operações anteriores.

Fonte: Jornal Contábil .